O "Causamento" - novas relações de amor, no novo paradigma do mundo.

causamento.jpg

Esta palavra "CAUSAMENTO" surgiu de uma brincadeira com um amor. Não dava para termos um casamento tradicional. A ideia era os convidados chegarem na hora que quisessem, vestirem o que quisessem, ou até nem vestirem nada. E sermos livres. De acordos, papéis. Só amor. Transformamos o Casamento em Causamento. Amor livre ? Amor aberto ? Não !! Só AMOR. Sem rótulo. Fluir juntos no estarmos juntos por uma escolha consciente.

E CAUSAMENTO, vem de causar. Causar mudanças, polêmicas, reflexões, transformação. Nos aspectos das relações amorosas, tais como sexo, família, gênero, medo, apego, liberdade, compromisso, entre outros. Sair do comum do Casamento tradicional. Não significa que ninguém mais vai casar ou todo mundo vá se divorciar. Pelo contrário. O lance está em se manter na relação. Presente na experiência, seja ela qual for. Essência das relações: não virar purê. Cada batata deve conhecer seu próprio espaço, seu próprio sabor, sua consistência.

Neste meu processo pessoal, conheci outros amores. Outras formas de me relacionar e, com cada pessoa, descobri mais sobre minhas amarras. Amarras criadas pelas crenças, por condicionamentos sociais. Mulher no papel de esposa, mãe e cuidadora do lar. Homem no papel de força, supridor das necessidades da família. Vejo que muitos destes véus começaram a cair. Uma abertura para um novo patamar do gênero. Mas ainda há o que tirar debaixo do tapete. Emergir os medos desta mudança toda. O mundo todo está no processo de evoluir, caindo por terra as crenças que foram criadas para manutenção do status quo.

Daí surgiu esta parte do SER LIVRE, programa que criei para que as pessoas possam ter apoio para SER o que são, de fato, e dar mais qualidade nas relações. São encontros de aproximadamente 40 minutos a uma hora, que podem acontecer individualmente ou em casal. Cada um escolhe seu formato. Presencial ou virtualmente. Então você nem precisa estar no Brasil. :) Mas além dos encontros surgem desafios. Dou lição de casa de atividades práticas para que as coisas não fiquem só no nível mental. 

Em 2017, irei para a Patagônia, para explorar e integrar aspectos do feminino e masculino. É um projeto arrojado, com uma equipe multidisciplinar por trás. E será aberto para quem quiser acompanhar. Antes da ida, teremos alguns eventos presenciais com este foco. 

Transformar é um presente que você pode se dar. Tem dificuldade de fazer sozinho, sozinha ? Então o segundo presente é aceitar apoio. Vem para o novo !!

Acorda, Amor !