A moeda da Energia do Amor

Não... Não sou contra o dinheiro. Sou a favor do fluxo e que tem para todo mundo, assim como grita aos quatro ventos Oswaldo Oliveira, Eu sempre acreditei nisso.

Desde pequena eu sinto isso. Meu movimento pelos excluídos tinha a ver comigo, mas não pelo dinheiro. Nunca o tive aos montes quando criança, mas no meu trabalho em empresas, sempre fui muito bem remunerada. Eu só achava e acho que existe uma distribuição equivocada das coisas.

Cresci e amadureci. Fiz escolhas onde o dinheiro é mais difícil de acessar, ainda. Mas confio no meu processo de compreensão. Estou crescendo muito ainda. 

Em 2015 canalizei muitos insights. Em Findhorn, principalmente e no Jogo Planetário. Em 2016, a canalização final sobre a moeda com Energia do Amor. Onde não há troca, mas se coloca disponível o que se tem além da moeda Real, Dólar, etc. E como serviço ao Todo. Mas este é um exercício. Por isso veio a moeda Transition. Para exercitar. Para se encontrar dentro de cada um o valor do SER. E para isso não há troca. Se você está no seu SER você está servindo ao Todo. 

O exercício é ouvir o coração. Sentir nele o que te liga às situações, o que te move para manifestar o seu ESTAR neste Planeta. E, assim, acessar a ABUNDÂNCIA. Você começa a saber o que precisa, de fato. Nada mais, nada menos. 

Isso tudo é muito novo. Experimentamos em alguns momentos e funcionou, em outros não. E eu ainda estou investindo em aprender à respeito. 

Meus trabalhos podem ser pagos assim. Veja mais na própria página do Transition. E vamos crescendo juntos. Na Energia do Amor.