Por que sei que é amor ?

Por que sei que é amor ?

Por ser uma escolha de estar junto. Para dividir, para somar. 

Por ser simples. E alimentar o complexo que é o Universo. Porque quando estou junto, na escolha, não há nada mais, só o vazio, onde o que é necessário entra. 

Por perceber a Fonte, que é silêncio e música ao mesmo tempo. É nutrição e purificação. Não é dor, nem cura. Porque na verdade do amor isso não existe.

Por não haver comparação, pois é único e parte ao mesmo tempo. Por vibrar meu coração com alegria inesgotável. 

Porque me trás abundância, pois é a única coisa que preciso naquele momento. Porque me ilumina a alma e faz de mim sentimento puro, sem julgamentos ou conclusões.

Porque sei que é amor ? Por que quando me lembro disso, não há dor, nem medo, só o agradecer pela existência. Porque o sorriso é festa de adolescente, sem medo dos riscos e dos desafios. Porque me mostra a vulnerabilidade de ser quem sou. 

Porque me amplia o horizonte, e o transforma em infinito. Porque a possibilidade de qualquer coisa não importa, por ser simplesmente aquilo que é. 

Porque sinto e sei no meu corpo, que é corporeidade. Sem cortes, sem pedaços, mas inteiro. Porque vibra no peito, realiza na mente e se deleita no todo dele. 

Porque é sem conceito e sem explicação. Sem dúvida ou demonstração. Sem perda ou ganho. Sem troca ou qualquer coisa assim. 

Porque não há impossível, nem limites, nem propriedade ou fronteira. É longe e perto, é sem forma e com forma ao mesmo tempo. É lugar incomum. Um saber por sentir. Não fere, não luta. Não pretende ou distrai. Daí sei que é amor. 

Daí sei que é amor !

E não tem o TE e o ME. Tem simplesmente AMOR. Assim o chamo, porque sei que é amor, AMOR. E só chamo quando sei que é.