Manifestar, eis uma questão !!

Há um mês atrás eu aluguel um apto no Airbnb, num contrato de 3 meses. Hoje é o último dele e já entreguei as chaves. Aluguei porque eu dividia apto com uma pessoa e achei que estava na hora de mudar. 

Este investimento que fiz era o único que eu poderia fazer. Era todo o dinheiro que eu tinha naquele momento. E fiz "imaginando" que uma iniciativa que estava sendo gestada, depois de três meses, estaria a pleno vapor. Mas o universo não funciona assim. Minha parceria nesta iniciativa não deu certo e do que havia nela permaneceu o Destino Colaborativo.  (Conheça mais no link, por valer muito a pena).

Eu fiz uma aposta na vida. Que é viver e sobreviver a partir dos princípios que entendo ser um novo movimento universal. Viver na colaboração, observando que a escassez é ilusória e que o poder de manifestação desta Nova Era é muito potente. Para mim existem novas ferramentas de energia que a maioria desconhece, eu inclusive. Acho que, mesmo com a mudança de paradigmas, segundo visionários, ainda existem crenças que nos limitam. Até eles, visionários, as têm.

Hoje, pela manhã, pensei: "será que vou morar na rua?" Bobagem... não é esta a minha escolha para manifestar.  É disso que queria falar mais aqui.

Tenho observado o poder da manifestação a partir de um "desejo verdadeiro". Acho que isso tem a ver com a nova dimensão do planeta. Temos sim que integrar as dualidades, o amor e o medo, mas já estamos prontos para manifestar, andando lado a lado com isso. 

Talvez (como não tenho certeza falo talvez) perdemos a capacidade da manifestação desta nova dimensão, quando nos perdemos tentando integrar as dualidades. Aparecem as sombras, muitas dificuldades de olhar para elas, o ego reage e nos desconectamos do que é o primeiro movimento de manifestar:  o CORAÇÃO.

Ouvir o coração não tem a ver com emoção. Não! Requer uma qualidade chamada INTEGRIDADE INTERIOR. Estar íntegro para manifestar. Admitir, em primeira instância, o que está te movendo para um desejo. Não colocar confetes onde não é preciso. Aquilo é o que é.  Usando o meu exemplo da iniciativa que não deu certo, vejo que não manifestei o sucesso dela, porque não estava íntegra, inteira. Meus propósitos com aquela iniciativa não estavam claros para mim, não estavam alinhados ao meu coração. A manifestação, então, não aconteceu. Foi uma elaboração puramente mental, cheia de outras expectativas, hoje todas bem claras.

Observo que domino esta coisa da manifestação no nível objetivo. Quando realmente estou conectada e inteira, íntegra. Por isso vou contar o que quero manifestar agora, sem casa... sem nada. Quero cocriar um espaço físico com outras pessoas interessadas no Destino Colaborativo, onde ao mesmo tempo eu possa morar, outras pessoas possam ir e vir, ficar ou não, de forma inclusiva, colaborativa. Neste espaço, que chamo carinhosamente de UM LUGAR QUE SEI QUE É BOM iremos colocar os "sonhos" das pessoas para nascerem e existirem. Dali, deste espaço físico, nascerão outros, com a mesma intenção de incluir colaborativamente. Acolher amorosamente e evoluir e aprender a manifestar, independentemente das dualidades de terceira dimensão. Pronto, joguei para a manifestação. Quem quiser, manifesta junto. OU manifesta outra coisa. 

Com amor !! (lembre-se que o sistema não tem ética. E a manifestação pode ser qualquer coisa. Mas se você usar o amor, Uau, será uma super manifestação).

beijo