CONFIANÇA

 

Escrito em 19 de dezembro de 2014 no Facebook.

Achei que seria fácil falar sobre Confiança. Mas me enganei. 

Confiar, para mim, tem uma premissa tão importante, que está ligada ao coração. É ouvir ao coração e estar conectada à minha essência. É muito profundo. Raro, significativo e provavelmente uma das escolhas mais importantes na vida. 

Daí fiquei pensando em como explicar este confiar numa nota, simples e digitada. Acho que não dá. Pq é algo para sentir. Mas vou tentar descrever o que eu sinto.

Pensei no mar. Na relação que tenho com ele. Um segredo que poucas pessoas sabem. Morro de medo do mar. Um medo paralisante. 

Desde pequena tenho um sonho (pesadelo) recorrente de que estou sentada num muro e ele vem, de repente, e me engole. E eu me vejo embaixo da água, morrendo, sem saída. Sonho daqueles que a gente acorda com o grito preso na garganta, sem conseguir gritar.

E, apesar disso, quando estou acordada, eu olho para ele de frente e canto: "Quando a gente fica em frente ao mar, a gente se sente melhor." É um sinal de confiança, isso. Parece pouco, mas para mim é muito. 

Eu sinto aquele cheiro da maresia e me dou conta: mesmo que ele possa me engolir, me levar dali num tsunami repentino, ele me faz bem, ele cura minhas energias, molha meus pés naquele areia gostosa, está repleto de seres lindos no fundo dele, que me encantam e me enchem de amor pelo que Deus colocou na Terra. Isso é confiar. Colocar o medo do lado, ali na areia, e contemplar o que mais aquele mar pode me proporcionar. Aceitar no que pode vir dele, sem expectativas.  

Aí esqueço o sonho/pesadelo e olho o horizonte: quando com sol, um infinito de possibilidades no horizonte. Quando com chuva, um acalanto para o meu descanso. 

Esta é minha relação com o Confiar. Uma entrega de que tudo está certo do jeito que é. Os tsunamis vêm para me movimentar, tirar meu ar, sair do conforto e me fazer nadar com vontade de sobreviver. E a beleza do mar vem me mostrar que viver é o que sei melhor fazer aqui neste planeta. 

Eu confio. No mar, em mim, em você ! E tá tudo certo.


Próximo assunto: O Amor. 

Patrícia